Banner-site_Belo-Monte

Belo Monte

Em entrevista, D. Erwin Kräutler questiona: "Por que os teólogos não aproveitaram a audiência com Dilma para unir-se aos povos indígenas no grito uníssono de “Demarcação já!”?

Depois de mais de 70 horas de ocupação no Km 27 (Altamira-PA) da Rodovia Transamazônica, os índios não aldeados desobstruíram a via. Eles haviam ocupado a BR 230 no sábado com a intensão de pressionar a Norte Energia (dona da Hidrelétrica de Belo Monte) a atender vários pontos de pauta, sendo o principal o direito ao reassentamento rural e urbano.

Entre uma jabuticaba e outra, Sofia degusta, também, a conjuntura. O mar não está pra peixe pequeno, só Tubarão. Mas as piabinhas e lambaris seguem firmes e, quando se juntam, assustam o Tubarão

Neste sábado (10 de janeiro) por volta das 21h, indígenas atingidos pela barragem de Belo Monte fecharam a rodovia Transamazônica no km 27, no trecho de Altamira à Marabá. Esse é ponto que dá acesso aos canteiros de obra da barragem, a entrada dos sítios Canais e Pimental.

Os operários da obra do turno “tampão” tiveram que retornar pra cidade de Altamira, onde ficam alojados, assim como os operários alojados no canteiro que estavam de folga por conta do pagamento. Alguns dos ônibus de transportes dos operários foram apreendidos pelo índios pra interditar a BR.

Desde a última sexta-feira (05/12) mais de 300 famílias ocupam um terreno na entrada de Vitória do Xingu, uma pequena cidade no Estado do Pará, aonde está sendo construída a Usina Hidrelétrica de Belo Monte. O município vive as consequências do inchaço populacional gerado pela barragem. Essa já é a terceira ocupação dos últimos três anos.

A Norte Energia, dona de Belo Monte, admitiu construir mais casas para os expulsos pela barragem na cidade de Altamira. Os atingidos comemoram essa conquista pois já cansaram de denunciar que o número de casas planejado originalmente – apenas 3.980 – era insuficiente para garantir o direito de todos os atingidos.

O de melhor que existe na Amazônia, no ponto de vista de Sofia, como parte integrante daquela natureza tão bela, são os seus diferentes povos e, na luta popular, a militância. Sempre a incomodara a descrição da beleza amazônica sem gente

Nós atingidos por barragens apoiamos a campanha solidária pela demarcação da terra indígena dos Arara da Cachoeira Seca, na região impactada pela hidrelétrica de Belo Monte

After a lot of pressure from the people affected by the Belo Monte dam in the city of Altamira, Norte Energia admits to re-open the registration for the families living in the area which is going to be flooded by the reservoir lake of the dam.

The registration is the first step to guarantee the right of the families, because it means to be recognized by the company as affected. MAB have being denouncing since the beginning of this year that many families have been excluded of this right without any reason.

Com muita pressão dos atingidos por Belo Monte na cidade de Altamira, a Norte Energia admitiu reabrir o cadastramento das famílias moradoras da área que vai ser alagada pelo reservatório da barragem. O cadastro é um primeiro passo para a garantia do direito das famílias, pois significa ser reconhecido pela empresa como atingido. O MAB vem denunciando desde o começo desse ano que muitas famílias foram excluídas desse direito sem justificativa.