Chávez, somos todos e todas!

A morte do grande líder Hugo Chávez representa uma enorme perda ao povo venezuelano e também aos lutadores e lutadoras do mundo.

Perdemos um grande líder que, junto com seu povo, enfrentou e impôs grandes derrotas ao imperialismo e seus pares, que são inimigos dos venezuelanos e dos povos do mundo.

Como líder, nestes anos todos Chávez colocou em marcha um amplo processo de mudanças e reorganização da economia para melhorar a vida de seu povo e para a libertação dos povos do mundo. Despertou e reacendeu sonhos de uma grande pátria livre, sem exploradores.

Com protagonismo reconquistou a soberania energética em seu país e colocou esta enorme riqueza em benefício dos trabalhadores e trabalhadoras. Deu exemplo de democracia, com participação popular massiva, consciente e decisiva do povo venezuelano na condução e rumos de seu país.

Este é um processo do povo, com o povo e para o povo. Um processo de mudanças que não tem mais volta e que seguirá triunfando e impondo derrotas ao imperialismo e a todos aqueles que se aliarem ao império.

Os setores reacionário e imperialistas - com golpes, assassinatos e conspirações - buscaram de todas as formas interromper a longa marcha que o povo venezuelano vem conquistando. Todas as tentativas de retrocesso dos setores de direita foram derrotadas e continuarão sendo derrotadas.

Neste momento de dor e perda do nosso grande líder Hugo Chávez, nós do Movimento dos Atingidos por Barragens, que fazemos parte da Via Campesina Brasil, nos solidarizamos com seus familiares e com todo povo da Venezuela. A dor e a perda do povo venezuelano também é nossa dor.

Sentiremos muito sua falta. Chávez somos todos e todas. Milhões de homens e mulheres da nossa querida Venezuela e dos povos do mundo se multiplicarão e darão cada vez mais vida ao comandante.

Viva Chávez! Viva a luta e a libertação dos povos do mundo.

 

Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB - Brasil)