MAB realiza audiência com órgãos federais e governo do estado do Piauí

Encontro ocorreu após as lutas do dia 14 de março e serviu para apresentar as pautas dos atingidos no estado


Como resultado da Jornada de Lutas do MAB, ocorrida no dia 14 março em Teresina, foi realizada na última sexta-feira, dia 17 de março, uma audiência pública com integrantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), representantes de órgãos federais e as secretarias que compõem o governo do estado do Piauí para tratar da pauta especifica das famílias ameaçadas por barragens na Bacia do Rio Parnaíba.

Na oportunidade estiveram presentes os representantes da Caixa Econômica Federal, Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural (SDR) e Secretaria de Estado de Educação (SEDUC) e a Secretaria de Relações Sociais (SUPRES). O encontro foi mediado pelo representante da SUPRES juntamente com a Coordenadora do MAB na Bacia do Parnaíba.

Dentre os principais pontos discutidos na audiência está a reivindicação de um plano de desenvolvimento socioeconômico para a região da Bacia do Parnaíba, água para o abastecimento humano, animal e produção de alimentos, instalação de kits de irrigação para as famílias ribeirinhas, acesso da população à educação através da construção de unidades escolares, regularização do título das terras, melhoria e instalação de energia elétrica, instalação de placas solares e distribuição de cestas básicas. Ademais, os representantes do MAB reiteraram o posicionamento político do Movimento acerca da privatização da Agespisa e Cepisa, por entender que são empresas estratégicas para o desenvolvimento social do Piauí e, portanto, que devam continuar sob uma gestão pública.

Para dar prosseguimento à pauta dos atingidos foi encaminhada uma audiência com o governador Welligton Dias, que será realizada nas próximas semanas.